A automatização de testes de software pode trazer muitos benefícios aos desenvolvedores, permitindo a criação de aplicativos melhores com mais rapidez e menos esforço.

Mesmo assim, muitas empresas ainda executam apenas testes manuais — provavelmente porque não sabem como integrar adequadamente os testes automatizados ao processo de desenvolvimento.

Neste artigo, você vai conhecer a importância da automatização de testes de software. Descubra como funciona esse processo e confira como ele pode ajudar a sua empresa a crescer. Continue lendo e saiba todos os detalhes!

A importância da automatização de testes de software

Com o mercado exigindo cada vez mais dinamismo das empresas, as organizações se veem na obrigação de entregar os seus projetos mais rapidamente. Nesse contexto, a adoção das metodologias ágeis tem crescido progressivamente.

Se isso contribuiu para a evolução e entrega dos produtos, também serviu para expor o gargalo que é a verificação de sua qualidade. Afinal, quando você precisa evoluir, crescer ou mudar rapidamente, é necessário ter feedbacks mais imediatos sobre a qualidade do produto.

Quando você não adota a automatização de testes de software, é preciso um tempo muito maior para validar esse produto com testes manuais — o que, em alguns casos, pode colocar o investimento em risco. Pense bem: se você tem um app que nunca funciona direito, fatalmente os usuários deixarão de utilizá-lo.

Não é incomum ver empresas investir mais tempo e dinheiro na resolução de problemas do que no próprio desenvolvimento em si. O teste automatizado serve justamente para impedir isso: uma máquina faz — com mais rapidez, menos erros e de modo permanente — a mesma tarefa que uma pessoa costumava fazer. Com isso, você tem o feedback rápido de que precisa e pode investir seu tempo e dinheiro no desenvolvimento de novos produtos.

Ainda não tem certeza se a sua empresa pode se beneficiar da automatização de testes de software? Então siga para o próximo tópico.

Os principais benefícios da automação de testes

A seguir, detalhamos as principais vantagens de realizar testes automatizados no seu software web, mobile ou desktop. Confira!

Poupa tempo

A maioria dos testadores encontra problemas com o tempo necessário para escrever scripts de teste longos e validá-los, o que invariavelmente causa atrasos na entrega do produto com qualidade ou força o desenvolvedor a lançar o produto no mercado com bugs.

Verifica a qualidade

Após concluir os procedimentos de teste manuais, você pode aplicar o teste automatizado para verificar os resultados do primeiro processo. Com isso, você melhora a qualidade dos scripts de teste manuais.

Detecta bugs previamente

Você pode encontrar bugs facilmente quando o teste de software é realizado por meio de ferramentas automatizadas, o que pode economizar muito tempo e esforços no ciclo de desenvolvimento.

Realiza testes 24/7

O teste automatizado pode funcionar permanentemente. Isso significa que você pode programá-lo para a noite de domingo e, na manhã seguinte, quando chegar ao seu escritório, ter acesso aos resultados do teste prontos.

É reusável

Quando você prepara seus scripts de teste usando ferramentas de automação, eles são salvos para os requisitos futuros. Assim, você pode usá-los quantas vezes quiser, especialmente para automatizar o teste de regressão.

Executa testes distribuídos

O teste automatizado é fornecido com o recurso de teste distribuído. Assim, você pode executar seus scripts de teste simultaneamente em mais de um computador, em uma rede compartilhada ou servidor.

Melhora a cobertura de testes

Muitas vezes, há casos de testes com mais de mil linhas de código que seriam muito difíceis de serem escritos e testados manualmente. Além de facilitar esse trabalho, os testes automatizados garantem a entrada e saída do aplicativo, como os bancos de dados, a interface do usuário e os serviços da web, funcionando de acordo com os requisitos e melhorando a cobertura geral do teste.

Diminui a mão de obra

Ao implementar a automatização de testes de software em seus processos de desenvolvimento, será preciso menos esforços manuais. Com isso, você diminui o número de pessoas em apenas um projeto específico e pode utilizá-las nos vários projetos de teste, permitindo à sua equipe aprender sobre novos desafios, bugs, conjuntos de habilidades etc.

É flexível

As ferramentas de teste automatizadas são desenvolvidas pelas equipes que passaram por testes manuais durante anos. Por isso mesmo, são flexíveis o bastante para atender às futuras especificações de teste.

Melhora a precisão

Mesmo um testador experiente pode cometer erros quando precisa preparar os mesmos scripts de sempre repetidas vezes. Quando isso é feito com testes automatizados, não apenas os resultados são precisos, como também economizam tempo.

Melhora o ROI

O benefício mais importante é o retorno sobre o investimento. Obviamente, quando você está planejando investir em ferramentas de teste automatizadas, é preciso descobrir primeiro como você será beneficiado com isso.

O custo do teste manual inclui o tempo, as horas de trabalho e os esforços dos testadores e gerentes de QA (Quality Assurance). E, se você tiver ferramentas de teste automatizadas, vai testar tudo com mais rapidez, facilidade, eficiência e precisão, deixando a sua aplicação livre de bugs dentro do período de tempo de entrega.

Como funcionam os testes automatizados

A automatização de testes de software é modelada para servir às necessidades dos desenvolvedores. Por isso, existem alguns tipos de teste específicos para cada demanda ou etapa do processo. Confira os principais:

Teste sistêmico

O teste sistêmico é usado para checar as funcionalidades da aplicação. Por exemplo: se o desenvolvedor define que o sistema deve se comportar de uma determinada maneira, o teste verifica se o recurso funciona como o esperado.

Teste integrado ou progressivo

O objetivo do teste integrado é garantir que as mudanças de uma nova versão do software não interfiram no que já foi feito anteriormente e que o programa esteja funcionando corretamente, evitando, assim, retrabalho.

Teste de estresse

Em um teste de estresse, a aplicação é submetida a um cenário de pico para ver se ela suporta a situação ou apresenta erros.

Teste de carga

Esse teste é similar ao teste de estresse, só que mais voltado para volume. Por exemplo: até que ponto uma plataforma de streaming de vídeo aguentará o acesso de centenas de milhares de usuários simultâneos antes de precisar escalar?

Teste multiplataforma ou multicanal

Multiplataforma é quando você é capaz de testar tanto web quanto mobile e desktop, o que permite fazer a abordagem de automação em múltiplos canais. Assim, é possível, por exemplo, verificar se o recurso de exibição do saldo em uma aplicação de bancos está funcional tanto no internet banking do desktop quanto no mobile.

Viu só como a automatização de testes de software pode trazer muitos benefícios? Se você deseja saber mais detalhes sobre esse recurso e quer entender como ele poderia ser aplicado na sua empresa, entre agora mesmo em contato com a gente: teremos o maior prazer em ajudá-lo!

Escreva um comentário

Share This